Andy Warhol

''No futuro, todo mundo será famoso durante quinze minutos''.

Quando disse a frase, Andrew Warhola (nome de registro), ou Andy Warhol, como se tornou conhecido mundialmente, ''profetizou''! 

A celebre frase tornou-se uma  realidade inegável com o advento da internet e suas redes sociais. Talvez nem mesmo o autor tenha considerado realmente a dimensão que suas palavras tomariam.
A fama do próprio Warhol para o bem da Pop Art*, ao que ele recebe a alcunha de ''pai'',  não se limitou  a apenas  breves 15 minutos, o artista, pintor, escultor, escritor, investidor musical, fotografo, apresentador de televisão e cineasta, nascido em  6 de Agosto de 1928 em Pittsburgh, gestou um conceito nas artes plásticas que se tornou escola.



Filho de imigrantes eslovacos, Andy Warhol aos 8 anos teve as primeiras aulas de desenho dadas por sua mãe, quando contraiu uma doença rara chamada  ''Chorea'' ( Doença de Huntington (DTH), Mal de Huntington ou Coreia de Huntigton), um distúrbio hereditário caracterizado por causar movimentos corporais involuntários e falta de coordenação, também afetando várias habilidades mentais e alguns aspectos de personalidade. Recluso por causa da doença, o desenho logo se tornou o passatempo favorito do pequeno Andy, assim como os filmes e a música que ouvia no rádio em seu quarto junto a sua coleção de posteres de atores do cinema. Warhol depois descreveu esse período como muito importante no desenvolvimento da sua personalidade, do conjunto de suas habilidades e de suas preferências. 

Em 1945, então com 17 anos, Warhol entra para o Instituto de Tecnologia de Carnegie, atualmente, Carnegie  Mellon University e gradua-se em design. Após a formação, ele muda-se para Nova York onde realiza seus primeiros trabalhos como ilustrador em revistas importantes tais como: Harper's Bazar, Vogue e The New Yorker,  anúncios publicitários e displays para vitrine de lojas também fizeram parte de seu portfólio.
Assim começa sua carreira promissora carreira  que renderia muito em breve diversos prêmios ao artista.
A primeira amostra individual de Warhol aconteceu em 1952 na Hugo Gallery em NY, onde expôs 15 desenhos baseados na obra de Truman Capote. Esta série de trabalho foi um grande sucesso nos anos 50 sendo exposta em várias galerias inclusive no MOMA, Museu de Arte Moderna da cidade de Nova York. Em 1956 Andrew Warhola passa assinar Warhol.

Marilyn Monroe

No final da década de 50, Warhol passa a dedicar-se  mais a pintura. Foi então que em 1961 ele dá vida ao estilo que o fizera distinto dos demais pintores do estilo, utilizando a reprodução de seus múltiplos serigráficos numa reinvenção da Pop Art, com traços marcantes, cores intensas e brilhantes, centralizou-se na publicidade de produtos comerciais produzidos em massa com a marca de sopas enlatadas Campbell's e a Coca-Cola.




Além desses trabalhos conceituais, suas pinturas de estrelas do cinema como Marilyn Monroe, Elizabeth Taylor, Brigitte Bardot, Elvis Presley, Michael Jackson e Mike Jagguer se tornaram um fenômeno mundial, assim como as de Jacqueline Kennedy, Che Guevara, Mao Tse-tung, Pelé, e até Mona Lisa foram reproduzidos serialmente com variações de cores, exceto a pintura de Elvis chamada de Eight Elvises



A obra Eight Elvises é original, ou seja, não foi reproduzida em massa como as demais. Nela o cantor foi retratado vestido de vaqueiro em 8 imagens idênticas e sobrepostas medindo cerca de 3,65 metros.
Em 2008, o quadro foi vendido pela bagatela de US $ 100 milhões, fazendo de Warhol o quinto artista a ter uma obra vendida por tal valor. A venda quebrou o recorde dentre todas suas pinturas e o preço pago por Oito Elvis ainda é a maior paga por uma obra de Warhol. Ele continua sendo um dos quadros mais caros já vendidos e é considerado uma das obras-primas do pintor. 


Jacqueline Kennedy
Em 1964, Warhol abriu seu próprio estúdio de arte, um grande armazém prateado conhecido simplesmente como "The Factory". ''A Fábrica'' rapidamente se tornou um dos lugares mais conhecidos de Nova Iorque por ser o local onde as celebridades e socialites se reuniam em festas suntuosas.
Mao Zedong
No dia 3 de Junho de 1968 Andy Warhol foi vítima de um atentado, quando Valerie Solanas, uma aspirante a escritora e feminista radical, fundadora e único membro da SCUM (Society for Cutting Up Men - Sociedade para eliminar os homens) invade o estúdio de Warhol e o fere com três tiros, deixando-o gravemente ferido. Felizmente o ataque não foi fatal, depois de se submeter a uma cirurgia que durou cinco horas ele se recupera. Valerie ficou absolutamente enfurecida diante da recusa de Andy em produzir um filme seu, anteriormente ela teria aparecido em um dos filmes dele. Em seguida ao ataque, foi presa e declarou-se culpada do crime.
O incidente é tema do filme I shot Andy Warhol, (Eu atirei em Andy Warhol), dirigido por Mary Harron, em 1996.

Brigitte Bardot

Frases famosas como a citada no início e outras como; ''eu sou uma pessoa profundamente superficial'', não são as únicas expressões literárias de Warhol, que também se arriscou no campo das letras escrevendo 4 livros:
Elizabeth Tayloy

Warhol foi o fundador da revista Interview, financiador e mentor da banda The Velvet Underground.
E não para por aí! De 1963 a 1977 ele produziu incansavelmente mais de 60 filmes de caráter experimental, entre eles estão; Chelsea Girls, Sleep e Eat. Em 1980 ele estréia na MTV como apresentador do Andy Warhol's TV e Andy Warhol's Fifteen Minutes.

Michael Jackson
Pelé
Andy Warhol morreu em 22 de fevereiro de 1987 aos 58 anos um dia após submeter-se a uma cirurgia na vesícula biliar. Sua vida pessoal ainda gera muitas discussões e especulações, especialmente quanto a sua sexualidade já que comumente suas obras são relacionadas a temas do imaginário homoerótico, porem o próprio Andy afirmava ter se mantido virgem por toda vida.

Andy Warhol,1986


Veja outras imagens do artista neste link.

* Pop Art: foi um movimento artístico que surgiu em meados dos anos 1950, com o objetivo de ''abraçar'' e desconstruir imagens pertencentes às culturas de massa, a chamada ''cultura pop'', feita para as grandes multidões.


Cíntia

Muito obrigada por sua visita, espero que tenha gostado do viu por aqui e espero ter a honra de seu retorno. Sua opinião é muito importante, conto com seu comentário. Beijinhos.